Quinta-feira 26 de Maio de 2022

Notícias / Detalhe
ÀGUAS DA GUANABARA: EM UM DIA, PESCADORES RECOLHEM 1 TONELADA DE LIXO DA BAÍA
Autor: ASCOM FIPERJ
27/01/2022 - 10:00
Projeto realizado pela SEAPPA beneficia cerca de 100 profissionais da pesca no RJ

Pescadores da Colônia Z-9, em Magé, na Baixada Fluminense, recolheram, nessa quarta-feira (26/01), cerca de 1 tonelada de lixo flutuante das águas da Baía de Guanabara. A ação faz parte do Projeto Águas da Guanabara, realizado pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Pesca (SEAPPA), em parceria com a Federação de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Feperj, com apoio e suporte técnico da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (FIPERJ).

Visando melhorar as condições do mar e também proporcionar renda extra a trabalhadores da pesca, o Águas da Guanabara permite que, durante períodos nos quais os pescadores estejam impossibilitados de atuar por causa do defeso, más condições climáticas ou outras situações específicas, eles possam trabalhar com suas embarcações recolhendo lixo flutuante da Baía de Guanabara, sendo devidamente remunerados, garantindo renda extra e contribuindo para a limpeza e a melhoria da qualidade das águas.

O Presidente da FIPERJ, Ricardo Ganem, ressalta a boa receptividade do Águas da Guanabara pelos pescadores.

“Essa é uma ação conjunta, que precisa da cooperação de todos os envolvidos. Em relação à atividade ocorrida em Magé, quero agradecer à Presidente da Colônia Z-9, Elaine Cristina, por todo o apoio, e dizer que a FIPERJ está totalmente empenhada em colaborar com esse projeto tão importante para o meio ambiente e os profissionais da pesca”, disse Ganem. “Também parabenizo o secretário Marcelo Queiróz, pela iniciativa, e o presidente da FEPERJ, Luiz Cláudio Furtado, um grande parceiro, que sempre colabora com nossas ações”.

O Secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Marcelo Queiróz, enfatiza a importância do projeto.

“A pesca extrativa e marinha possui intermitências e sazonalidades que permitem ao pescador desenvolver uma atividade paralela nos momentos em que está impossibilitado de pescar. A coleta de lixo flutuante, além de garantir renda extra, ainda proporciona a melhoria da qualidade das águas e, consequentemente, mais segurança e produtividade, fortalecendo a cadeia produtiva”, Explica Marcelo Queiróz.

No primeiro momento, o projeto beneficia cerca de 100 pescadores das colônias Z-8 (Niterói e São Gonçalo), Z-9 (Magé e Guapimirim), Z-10 (Ilha do Governador), Z-11 (Bonsucesso, Ramos e Ilha do Fundão) e Z-12 (Caju, Centro e Urca). Como um todo, o Águas da Guanabara irá proporcionar renda extra para mais de mil pescadores fluminenses.

Busca
OK
Seja bem-vindo!

Este é o portal da Fiperj, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento - SEAPPA. A instituição tem a missão de promover, através de políticas públicas, o desenvolvimento sustentável da aquicultura e da pesca fluminenses.

destaque tabua dos mares
destaque previsao do tempo
atividade pesqueira
e-SIC
Fala BR
Disque-Rio

Sede: Pç. Fonseca Ramos s/nº–Terminal Rodoviário Roberto Silveira, sobreloja–Niterói–RJ. CEP:24030-020 Tel: 2705-0741