Sábado 18 de Agosto de 2018

Incremento da algicultura marinha brasileira: bioprospecção de Ulva sp.

Espécies de Ulva são candidatas promissoras para incrementar a algicultura no Brasil, uma vez que são cultivadas com sucesso em outros países para diversos usos e sua tecnologia de cultivo já foi adaptada para o país. Estudos indicaram seu potencial como alimento funcional e na remediação de ambientes degradados, dentre outros. Contudo, são escassos os estudos acerca dos aminoácidos e suas implicações na piscicultura. Esta proposta visa verificar a presença de substâncias em Ulva com propriedades ansiolíticas para peixes que amenizem o estresse de manejo. Além de mensurar a capacidade de uso (quali-quantitativo) de estoques naturais fluminenses e compreender a interferência de fatores abióticos na produção destas substâncias e na abundância das espécies.

Parcerias: JBRJ (Coordenação do projeto); FIPERJ, UFF.

Financiamento: CNPq.


Pesquisadores
  • Beatriz Castelar Duque Estrada
    FIPERJ


  • Renata Reis
    Pesquisadora Coordenadora


  • Diana Cavalcanti


  • Marcelo Pontes


  • Ana Carolina Calheiros


Busca
OK
Seja bem-vindo!

Este é o portal da Fiperj, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento - SEAPPA. A instituição tem a missão de promover, através de políticas públicas, o desenvolvimento sustentável da aquicultura e da pesca fluminenses.

destaque tabua dos mares
destaque previsao do tempo
atividade pesqueira

Sede: Pç. Fonseca Ramos s/nº–Terminal Rodoviário Roberto Silveira, sobreloja–Niterói–RJ. CEP:24030-020 Tel: 2705-0741