Terça-feira 05 de Julho de 2022

Desenvolvimento tecnológico da ranicultura no estado do Rio de Janeiro

O projeto promoveu o desenvolvimento de equipamentos e sistemas visando otimização e aumento da produtividade. Foram desenvolvidos: sistema automatizado de controle de temperatura da água; dispensadores automáticos de ração para rãs e girinos; sistema de filtragem aeróbia e anaeróbia, e coleta e utilização de resíduos sólidos do cultivo da rã-touro; software de controle da produção.
Em 2017 foram depositadas patentes relativas aos resultados da pesquisa em parceria com a Unisuam (Registro n. BR 10 2017 002927 1 - Controle e automação da temperatura na fase aquática da ranicultura - data - 14.02.2017).
Atualmente, estão sendo realizados os ensaios de sistema de recirculação no setor de crescimento e terminação de rãs associado a aquaponia e produção de biogás, bem como a manutenção do plantel da EEAAPM da Fiperj. Por fim, espera-se o desenvolvimento de novas tecnologias para otimizar o manejo geral dos ranários.

Parcerias: UNISSUAM; FIPERJ (Coordenação do projeto); IME.


Financiamento: UNISSUAM.


Pesquisadores
  • Silvia Conceição Reis Pereira Mello
    FIPERJ - Pesquisadora Coordenadora


  • Giselle Eler Amorim Dias
    FIPERJ


  • Marcelo Maia
    FIPERJ


  • Elaine Oliveira
    FIPERJ


  • Jair Sérgio
    FIPERJ


  • José Teixeira de Seixas Filho


  • Severino Kfuri


  • Luis Antonio Santos Lima


  • Keila Copler Lima


Busca
OK
Seja bem-vindo!

Este é o portal da Fiperj, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento - SEAPPA. A Instituição tem a missão de promover, através de políticas públicas, o desenvolvimento sustentável da aquicultura e da pesca fluminenses.

destaque tabua dos mares
destaque previsao do tempo
atividade pesqueira
e-SIC
Fala BR
Disque-Rio

Sede: Pç. Fonseca Ramos s/nº–Terminal Rodoviário Roberto Silveira, sobreloja–Niterói–RJ. CEP:24030-020 Tel: 2705-0741